O que te faz feliz?

Veja como as "milhas" podem te proporcionar momentos incríveis


A cada dia eu percebo que os momentos mais felizes das pessoas estão ligados a memórias e a experiências. Viajar pra mim com certeza é a liberação desse sentimento e faz parte dos momentos mais especiais da minha vida. É liberdade e crescimento, é o combustível para novos desafios da vida.

Foi através dessa paixão que entrei para o mundo das milhas com o objetivo de viajar com mais frequência sem comprometer a minha renda.


Eu era aquela pessoa que sabia o que eram as milhas, mas acreditava que era apenas para executivos e pessoas ricas que gastavam montanhas de dinheiro no cartão de crédito. Eu juntava milhas, mas sem muita expectativa. E chegou um momento em que eu e minha então namorada conseguimos fazer uma viagem com milhas. E foi incrível, aquilo me fez acreditar que era realmente possível, e que talvez eu estivesse deixando algo importante de lado. Pensei comigo mesmo: “com certeza dá para fazer muito mais do que eu faço hoje, eu é que não sei.”


E decidi mudar isso. A partir de então eu fui a fundo no mundo das milhas, entendi que há muitas armadilhas, e já caí em quase todas. Decidi que não iria deixar mais isso acontecer e que iria acumular o máximo possível, determinado a conseguir fazer mais viagens através das milhas. E o jogo foi para outro nível. Hoje conseguimos viajar muito usando as milhas.


Eu vivo os benefícios que as milhas trazem, e sei que isso está também ao alcance de qualquer um, não apenas de pessoas ricas. E que todos deveriam usufruir disso. Pensando nisso eu criei a mentoria Viajar com Milhas, pois a única coisa que está entre as pessoas e uma vida com mais viagens e experiências é um conhecimento específico que eu sei como transmitir.


Que tal se você pudesse ir para qualquer lugar sem pagar passagem? Viajaria mais?

Imagine que você quer passar um final de semana gostoso com sua família. E você decide ir para a praia. Digamos que esteja em São Paulo, e vai passar o final de semana em Ubatuba. Haverá um custo de transporte até lá. Terá o custo de pedágios e da gasolina, que está caríssima, sem falar do desgaste do carro.


E se você ganhasse passagens para ir para Trancoso, ao invés de Ubatuba? Iria para um lugar mais legal e ainda pagaria menos para chegar até lá. Talvez você esteja pensando agora: “Opa, não tem nem o que pensar. Pena que é bom demais para ser verdade.”


Será?

Claro, não é provável que alguém resolva te dar passagens assim, e mesmo se isso acontecesse, não seria algo que se repetiria com frequência. Mas e se em vez de ganhar as passagens, você as conquistasse?


“Qual a mágica? É pegadinha? É golpe, certeza.”

Às vezes, como diz o ditado: quando a esmola é muita, o santo desconfia. Esse não é o caso. Não há mágica, nem milagre. Estamos falando simplesmente de transformar tudo o que você já faz no seu dia a dia em viagens. Algumas mudanças sutis permitem tornar seu consumo muito mais inteligente, e assim conquistar as passagens que falamos.


Estamos falando das milhas aéreas. São programas de fidelidade. É como se você tivesse um cofrinho de viagens e cada vez que você compra alguma coisa, uma parte do que gastou volta e entra nesse cofrinho. E quando você faz isso com estratégia e constância, esse cofrinho se enche bem rápido.

Eu vivo isso, e a história do início do texto é real. De janeiro a Junho de 2021, a minha média de acúmulo de milhas foi de 18.708 pontos por mês. E eu fui e voltei de Trancoso com 20.000 pontos. Ou seja, eu ganho quase uma viagem ida e volta para a Bahia por mês. Se eu quiser ir para Trancoso em vez de Ubatuba, ainda gastarei menos com o avião do que indo de carro até a praia.


“É rico.” “Deve gastar R$80.000 por mês no cartão de crédito.”, “Mas isso é você, não é possível para mim.”, “Nem cartão de crédito eu tenho.” “Jamais vou conseguir algo assim.” “É complicado demais.”, “Vou ter que dedicar uma quantidade infinita de trabalho para conseguir isso e eu não tenho esse tempo.”


Essas são algumas coisas que já vi passarem pela mente das pessoas, e talvez tenham passado também pela sua, ou outras coisas ainda. E estão todas completamente erradas. São mentiras que sua cabeça inventa e te impede de conhecer como o mundo das milhas funciona. E a consequência é que as viagens que pertenceriam a você e sua família são abandonadas, perdidas.


Os bancos, as companhias aéreas e outras empresas te dão pontos e milhas, mas não é do interesse deles que você use, ou use da melhor maneira possível. Porque isso representa um custo para eles. Por isso as milhas expiram, por isso oferecem várias trocas por produtos e promoções que são desvantajosas para você. Assim, o custo deles é zero, ou muito menor ou até mesmo ganham dinheiro, fazendo você pagar caro para comprar pontos, transferir ou reativar milhas expiradas.


Não se engane. O benefício é real, e é expressivo. É realmente grande. E é importante que ele exista. Talvez você já tenha visto amigos e familiares viajando com milhas. Talvez até você já tenha viajado com milhas. É interessante que haja essas pessoas, para mostrar que é real, mas não é interessante que todos sejam assim.


Em qual grupo você quer estar? Na massa manobrada ou no grupo seleto que tem um lifestyle de viagens?

Em 2021 eu e minha esposa fizemos 4 viagens com milhas: Noronha, Minas Gerais, Morro de São Paulo e Trancoso. E poderíamos ter viajado mais. Faça as contas do preço dessas passagens para duas pessoas. Tranquilamente isso atinge R$ 7.000. É expressivo ou não?

E claro que isso também pode ser usado em passagens internacionais. Inclusive era nosso plano, as passagens estavam emitidas com milhas para a Europa, mas devido a pandemia, fechamento de fronteiras etc, cancelamos as passagens, as milhas foram estornadas e decidimos viajar pelo Brasil.


“OK e o que eu faço?”

O primeiro passo é fazer o cadastro nos programas de fidelidade. Você e cada um da sua família deve fazer esse cadastro, que é gratuito. A Smiles é o programa de fidelidade da GOL, Latam Pass é o programa da Latam, Tudo Azul é o da Azul e o TAP Miles and Go é o da TAP Portugal. Faça o cadastro nos 4, isso já te torna apto a acumular nesses programas.

Segundo passo: garanta que você está cadastrado no programa de pontos do seu banco e que os pontos estão sendo creditados. Talvez você nem se lembrasse disso. Talvez você encontre pontos que nem sabia que tinha e também muitos pontos que deixou expirar.


“E como eu faço para ganhar milhas?”

Existem várias formas: voando com as cias aéreas, cartão de crédito, clubes de milhas, programas parceiros e até sites e apps, como pesquisa de opiniões. Quando você tem uma estratégia sólida, a soma de todos esses passos e de forma ordenada torna o acúmulo rápido e alto. E isso faz você viajar mais. Isso te dá liberdade de decidir para onde quer ir, que lugares quer conhecer.

Tudo o que você faz poderia te dar milhas e, consequentemente, viagens: alimentação, transporte, vestuário, compras online, eletrônicos, contas etc. Para você ter uma ideia, hoje até mesmo o IPTU me retorna milhas.


E o que está entre você e as viagens?

Apenas uma falta de conhecimento sobre como acumular mais e mais rápido, o melhor cartão para você conseguir mais pontos e mais benefícios, conhecer quais são as armadilhas que te sugam. Essa falta de conhecimento pode ser resolvida de maneira rápida e simples, e o conhecimento nunca será perdido, será usado pro resto da sua vida, é como virar uma chave e passar a pensar de maneira diferente. Está nas suas mãos. E se você decidir verdadeiramente que quer isso, pode contar comigo para lhe ajudar.


Marcus Racuia Jr.

Coach Pessoal

Contato: 11 99529-0968