top of page

Gestão Financeira do Negócio

Está começando um negócio e está cheio de dúvidas?


Começar um negócio requer muita responsabilidade. Ter dúvidas é extremamente normal e acontece com a maioria das mulheres que se lançam a empreender. Acontece com quem já estudou sobre administrar negócios ou finanças. Imagine com quem nunca estudou esses assuntos e decidiu ir com a cara e a coragem.


Veja só: segundo dados do SEBRAE, a cada dia, crescem os números de empreendedores no Brasil e mais de 34% deles são mulheres.


Meu papel como mentora financeira de mulheres é te ajudar a, não só se organizar e planejar financeiramente, mas também te mostrar como sua mentalidade, emoções e comportamentos influenciam em seus resultados.


E não importa se estamos falando do seu pessoal ou profissional.


Afirmo com todas as letras que ter a Mente Rica é mais importante do que colocar números nas planilhas. Afinal, se mantiver os tipos de pensamentos em relação às suas finanças que nutre hoje, infelizmente seu negócio não terá um futuro muito próspero. Seu relacionamento com o dinheiro tem que ser diferente, natural e sem tabus.


Assim, você enxergará a gestão financeira de seu negócio e terá comportamentos totalmente diferentes dos que são os seus habituais quando o assunto é dinheiro.

Primeiro de tudo, tenha em mente que negócios nascem com o sonho de ajudar as pessoas através de um produto ou prestação de serviço.


Mas, muitos deles morrem porque as empreendedoras não olham para a gestão financeira do negócio.


Sendo honesta, só de ter essa visão, você já poupa alguns perrengues e dor de cabeça na sua empresa.


Mas, quando se trata do dia a dia no seu negócio, basicamente, existem três principais dúvidas que toda empreendedora tem e que trazem para mim:


1. Como separar a pessoa física da jurídica?

Pense comigo: Você entra na casa de sua vizinha para pegar 500 reais na carteira dela e pagar a escola do seu filho?

Então por que você faz isso na sua empresa?

O dinheiro da empresa serve para fazê-la funcionar e para ser investido no crescimento dela.

Sim, você vai tirar seu pró-labore dela e é com esse valor que você vai pagar suas contas pessoais.

O contrário também é verdade: não use o seu dinheiro para sustentar a empresa.


2. Como precificar o produto ou serviço?

Colocar preço não é simplesmente ver quanto o mercado cobra por produtos semelhantes e cobrar o mesmo. É sobre pesquisar o público que será cliente, avaliar a concorrência, definir seus diferenciais, calcular custos de produção e de venda. Ou seja, você precisa fazer pesquisa e cálculos reais.


3. Como organizar as finanças?

Existem diversos controles a serem feitos e ferramentas para te ajudar. Dependendo do tamanho de seu negócio, muitos controles serão feitos por seu contador. Outras será você mesma que fará, como o fluxo de caixa, contas a pagar e receber, entre demais.

A sugestão que fica é: todos os dias, tire um tempo para analisar e atualizar suas planilhas. Você acabou de ver as três principais dúvidas que empreendedoras têm ao iniciar seus negócios. Mas sabe o mais incrível?

São dúvidas de mulheres que já empreendem há mais tempo, também. O ponto é, se não acabar com elas logo, elas se tornarão erros fatais que podem destruir o sonho da independência financeira. Não queremos isso, né?

É essencial transformar sua visão sobre finanças, seja pessoal ou do seu negócio, para conquistar a vida próspera. É exatamente sobre isso que falo diariamente em minhas redes sociais, com a comunidade de mulheres com a Mente Rica, que estamos criando.


Para participar e se juntar a nós nessa caminhada, siga minhas redes:

Instagram: @julianacamposoficial

YouTube: Juliana Campos – Mente Rica.


コメント


bottom of page