Cinema cada vez mais em casa




Pandemia aumentou a venda de televisores e equipamentos de áudio em mais de 60% ao redor do mundo e fez com que estúdios mudassem forma de divulgação.

Parecia um roteiro de filmes de horror: tudo vai bem e feliz até que uma ameaça biológica faz com que todos os seres humanos fiquem trancados em casa, fazendo com que nós tivéssemos que nos acostumar com o “novo normal” e criar novas formas de diversão.

Durante esse tempo de pandemia, foram incontáveis filmes e séries assistidos e aposto que você, está tentando lembrar todos filmes e series vistas, ou talvez pensando em quando a sua série favorita ganhará nova temporada! Com tantas horas dispensadas em programação selecionada, a TV aberta teve que se movimentar para manter-se viva, o cinema teve que encontrar uma saída para seus lançamentos e nós ficamos sedentos por um aparelho maior e com mais qualidade para nosso deleite.

Mais que nunca foi necessário buscar distrair nossa cabeça para que não surtássemos e, movidos por essa premissa, tivemos uma invasão de lives musicais de todos os ritmos que nos fazem até hoje cantar e dançar. Vale ressaltar o quanto os serviços de streaming ganharam força. A GloboPlay, por exemplo teve alta de 145% em relação ao mesmo período de 2019. Recebemos também novas opções, como o Disney+ e HBO GO, que já alavancaram um impressionante número de assinantes além dos já conhecidos Amazon Prime Vídeo e Netflix, que não pararam de crescer.

Tal movimento fez com que os grandes estúdios mudassem a forma de divulgação e lançamento de seus filmes – pelo menos aqueles que já estavam prontos, pois não podemos esquecer que centenas de filmes tiveram suas produções suspensas. Os filmes foram lançados diretamente para a sala de casa. Um dos primeiros estúdios a fazer lançamentos na plataforma de streaming foi a Disney, com o filme Mulan. A Warner não ficou pra trás e depois de adiar algumas vezes o tão esperado Mulher Maravilha 1984, um pouco mais cautelosa, lançou em alguns países o filme nos cinemas e em outros colocou o longa diretamente no HBO GO.

Não sabemos como será daqui para frente, mas já temos a certeza de que nada será como antes e se tínhamos que esperar até 6 meses para poder ver os lançamentos em casa através de serviços on-demand, TV a cabo e Blu-ray, hoje, o cinema está cada vez mais dentro de casa.