A verdade é o melhor e único caminho


Por Grazi Cavenaghi - Fundadora da InspireAção e criadora da metodologia IA.


Essa semana trago uma reflexão sobre o que sai da nossa boca, as nossas palavras. Como usamos essa força de criação? Será que tudo que dizemos é verdade? Será que nossas palavras são impecáveis? Será que elas espalham boas novas?


No livro "Os quatro compromissos", escrito pelo médico Don Miguel Ruiz, que fala sobre a filosofia dos Toltecas, povo que viveu há três mil anos na região do México, traz a impecabilidade da palavra como desses compromissos. No livro mais lido do mundo, a Bíblia, podemos confirmar a importância desse compromisso, em Gênesis: "No início havia o Verbo e o Verbo era com Deus e o Verbo era Deus".


Parece que o medo de desagradar, ou o "querer ser bonzinho", está prejudicando demais a nossa evolução por meio da nossa fala. É assustador o quanto as pessoas se enganam, se sabotam, causam no seu cérebro a falsa impressão que falar mentiras é normal. Na maioria das vezes por uma dificuldade em dizer: não quero, não faz sentido para mim, não preciso agora, não vou! Cuidado: o bom não é o "bonzinho"!


Isso começa com coisas muito simples, como quando você encontra uma pessoa e diz: qualquer dia vamos tomar um café? Não diga isso se você não vai! Quantas vezes você já disse que ia em algum lugar para agradar e não foi? Fale não! Acredite: o não é libertador! Apenas a verdade pode nos libertar, pode nos levar para o nosso mais, fazer um mundo melhor.


É necessário entender que cada um é um ser livre, com a sua identidade, com as suas vontades, o seu nível de consciência, a sua beleza única! Logo, ninguém precisa gostar do que você gosta, acreditar no que você acredita, comprar um serviço seu, ou um produto, aceitar o seu convite.


As palavras são mágicas, podem criar ou acabar com algo. No livro, Don Miguel destaca o uso da palavra para fofocar, dizendo que isso é um veneno no mundo, é um vírus. Ele diz que quando fofocamos queremos chamar atenção pelo desamor e pelo sofrimento. Vamos fazer a nossa parte para combater isso?


Ser impecável no que eu falo é usar a minha fala em favor do bem, do belo, do justo, da nossa natureza! Use as palavras para isso! Quando isso acontece nos responsabilizamos, não julgamos, não culpamos, nos colocamos na posição de líderes de nós mesmos. A palavra "impecável" é a palavra "sem pecado". Lembro que a palavra "pecado", vem do grego "hamartia", que significa "errar o alvo".


Portanto, quanto mais impecável o que sai da nossa boca, mais acertamos o nosso alvo, o nosso ser, e seguimos o nosso caminho de evolução. Recordo que aqui não trazemos verdades, e que a nossa missão é sempre compartilhar algo para que possamos refletir sobre nossa postura enquanto líderes de nós mesmos, enquanto o ser humano que somos, para que todos os dias possamos nos perceber, aumentar a nossa consciência e darmos um passo para nosso eu superior. Só queremos um Mundo Melhor por Pessoas Melhores!


E como nosso foco é progredir, vamos juntos? Ligue o botão da percepção e ouça o que sai da sua boca. É verdade? Você quer? Vai fazer bem para você, para o outro e para o mundo? Vai levar você ao seu eu superior? Se liberte e liberte o outro.


A verdade é o melhor e único caminho. Seja impecável com as suas palavras, pois queremos um eu melhor, as pessoas à nossa volta melhores e um mundo melhor.